Esporte
Com dois gols de Nenê, Vasco vence Brusque e vira vice-líder da Série B

Publicado em 26/05/2022 21:25

Reprodução

Existe um desencontro entre o que o Vasco projeta para seu futebol no futuro próximo e a figura de jogadores como Nenê. Em uma realidade de sociedade anônima de futebol, de busca por resultados esportivos, mas também pela otimização do lucro com a venda de jogadores, Nenê atende apenas à primeira parte da questão. Aos 40 anos, não tem mais condições de gerar receita com uma transferência. Para completar, ainda ocupa espaço no time que poderia ser de um jovem em desenvolvimento.

Ontem, esses opostos se encontraram em São Januário. O Vasco de Nenê atuou diante dos três executivos da 777 Partners presentes ao Rio para finalizar a diligência que antecede a proposta de compra da SAF. Viram Carlos Palacios, chileno que o cruz-maltino adquiriu já com os recursos do grupo americano, ter estreia discreta como titular. Quem roubou a cena foi justamente a figura que remete a um Vasco que deverá deixar de existir. O camisa 10 fez os dois gols da vitória por 2 a 0 sobre o Brusque, pela segunda divisão.

O resultado deixou o time treinado por Zé Ricardo no segundo lugar da tabela, com 17 pontos, apenas dois a menos que o líder Cruzeiro. Tanto a Raposa quanto o Bahia ainda atuam na rodada. Então essa posição do Vasco ainda pode mudar. O que é certa depois de ontem é a condição mais confortável do Vasco entre os quatro primeiros da Série B.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Na próxima rodada, dia 2, a partida será o clássico contra o Grêmio, time que deverá ser adversário direto pelo acesso. O jogo acontecerá em São Januário, onde o a equipe carioca embalou, muito graças ao abraço de sua torcida. Ontem, mais de 18 mil vascaínos novamente lotaram o estádio.

— Estamos provando que somos mais fortes com a torcida ao nosso lado — afirmou o meia Gabriel Pec, depois do jogo de ontem: — O resultado foi justo. No primeiro tempo, as equipes foram se estudando, normal. Mas no segundo, fomos mais fortes e fizemos por merecer a vitória.

Na partida de ontem, o Brusque ameaçou em vários momentos, foi bem no ataque, mas parou na boa fase do sistema defensivo e do goleiro Thiago Rodrigues. Quando a equipe acertou algumas saídas rápidas, conseguiu resolver o jogo. Primeiro, com Nenê aproveitando a bola espirrada e batendo quase sem ângulo. Depois, após o passe de Getúlio certeiro encontrar o meia dentro da área para finalizar com categoria.


Postado por Redação

Publicidade

©Copyright 2007-2022 Todos os direitos reservados

ArarunaOnline.com